Show simple item record

dc.contributor.authorChagas da Silva, Douglas
dc.contributor.authorDe Castro Monteiro, Claudio
dc.contributor.authorDe Carvalho, Joaquim José
dc.date.accessioned2017-06-23T15:24:01Z
dc.date.available2017-06-23T15:24:01Z
dc.date.issued2012-10
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/20.500.11818/892
dc.descriptionPresentación que se llevó a cabo durante el IV Congreso Internacional de Computación y Telecomunicaciones COMTEL 2012 del 24 al 26 de octubre de 2012 en Lima, Perú. COMTEL, es un certamen organizado por la Facultad de Ingeniería de Sistemas, Cómputo y Telecomunicaciones de la Universidad Inca Garcilaso de la Vega, que congrega a profesionales, investigadores y estudiantes de diversos países con el fin de difundir e intercambiar conocimientos, mostrar experiencias académicas-científicas y soluciones para empresas en las áreas de Computación, Telecomunicaciones y disciplinas afines.es_PE
dc.description.abstractEste trabalho visa medir e avaliar os valores de latência de handover do protocolo SMIP (Specialized Mobile IP), que é uma implementação open source baseada no MIP, que provê um mecanismo de sinalização de rede otimizado, e elimina algumas entidades do processo de mobilidade convencional, se apresentando como uma solução alternativa, viável e flexível para redes que já estejam em produção. A operação deste protocolo não necessita de alteração nas estruturas das redes visitadas. Os valores da latência de operação do protocolo são apresentados e comparados com os valores do protocolo MIPv4 padrão, em um cenário WLAN x WLAN, avaliando a eficiência deste do ponto de vista numérico e experimental. Além disto, é apresentada uma proposta de cenário de implantação real de mobilidade em redes legadas, onde a movimentação entre redes não interfere na continuidade dos serviços ativos, contemplando a manutenção das sessões ativas ou aplicações que demandam por fluxos contínuos de dados. É mostrado então, que com o uso do SMIP em cenários envolvendo movimentação entre redes WLAN em domínios administrativos distintos, se caracteriza como uma boa opção, visto que não necessita de alterações significativas na rede de origem do móvel, assim como não necessita de nenhuma alteração nas redes visitadas. Além disto, o SMIP é uma implementação independente do kernel dos sistemas operacionais, garantindo maior portabilidade e facilidade de implantação, se comparado com o MIPv4 padrão. Os experimentos são apresentados seguindo uma metodologia estatística bem definida e detalhada, visando comprovar a validade dos resultados.es_PE
dc.language.isopores_PE
dc.publisherUniversidad Inca Garcilaso de la Vegaes_PE
dc.rightsinfo:eu-repo/semantics/openAccesses_PE
dc.sourceUniversidad Inca Garcilaso de la Vegaes_PE
dc.sourceRepositorio Institucional - UIGVes_PE
dc.subjectIngeniería de Sistemases_PE
dc.subjectTelecomunicacioneses_PE
dc.subjectRedes de informaciónes_PE
dc.subjectHandoveres_PE
dc.subjectLatênciaes_PE
dc.subjectMIPes_PE
dc.subjectMobilidadees_PE
dc.subjectSMIPes_PE
dc.subjectTelecommunicationses_PE
dc.titleAnálise da latência de handover do protocolo SMIPes_PE
dc.typeinfo:eu-repo/semantics/conferenceObjectes_PE


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record